quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Mundo Estranho

Que mundo estranho o que vivemos.
Hoje, no médico, a mulher de um motorista de ônibus, disse que ele desligou o ônibus na subida da avenida Brigadeiro Luis Antônio e simplesmente desceu.
Ele estava de cabeça baixa e disse que não aguentava mais as pessoas apertando a campainha e dizendo:
- Motorista, vai descer!
Se eu pudesse voltar no tempo, levaria essas pessoas à um show do Marvin Gaye.
Porque simplesmente não existem mais pessoas que façam o tempo parar.

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

:(

Aquele momento em que você ouve uma estória triste, contada ao seu lado, na padaria.


Como diz dr. Jared Leto:
- Seguimos.

Erasmo Carlos

Meu pai (quando estava bem), cantava sempre essa música para mim.
Essa canção foi tema da novela Livre para Voar.
Esses dias, lembrei-me demais dela:


Porquê lembrei-me?
Eu não sei.

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Daredevil - Frase


"Para além das idéias de certo e errado, existe um campo. Eu me encontrarei com você lá".
                                                           (Rumi)

Foi essa a última frase que ouvi de Daredevil quando nos despedimos do primeiro encontro.
Jamais esqueci.

Eu realmente desejo que as pessoas do mundo, conheçam outros seres assim.

Foto: Charlie Cox.
Extraída do site: charliecox.org


Hoje, após a saída do médico, fui à farmácia e uma moça estava chorando de soluçar na calçada da avenida Paulista e falando ao celular.
Se eu pudesse, comprava um violão e andava com ele nas costas e parava para cantar à essas pessoas desconhecidas.
É o remédio já fazendo efeito.
Eu e meus delírios.
Essa música veio-me à mente:

Thriller

Nesse mundo de ponta-cabeça, é o que nos resta:

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Beautiful Loser

Cada vez que vou à terapia é pauleira.
Lembro-me doa foto que tenho do meu pai pequeno (com três anos) e sorrindo.
As outras fotos que possuo dele (da época escolar), o olhar dele sempre é triste e assustado.
Meu pai tinha um problema de nascença: ele não possuía a orelha esquerda e sempre escondia com os cabelos compridos.
Minha vó sempre dizia que ele sofreu muito na escola por causa disso.
A adolescência foi o começo de sua derrocada e minha vó também não compreendia muito o sofrimento ele.
Isso o afetou pelo resto a vida.
Se eu pudesse eu pegaria um galão e álcool e colocaria fogo em tudo o que diz respeito a pessoa ser um vencedor na vida.
Que inferno isso.
As pessoa travam batalhas diárias com suas próprias vidas e imagino o quanto pode ser doloroso.
E, será que a pessoa que está feliz em outro País e de repente morre (assim, do nada), estava com o pensamento negativo para sofrer um atentado?
Pensei nisso hoje ao ver o cortejo dos argentinos que faleceram nos EUA.
Eu só queria que meu pai tivesse entendido que jamais esperei que ele ganhasse nada na vida e que realmente aproveitasse seu tempo na Terra.
Fosse em casa alugada, própria ou onde ele desejasse.
Que ele não precisava ter carro e muito menos uma velhice tranquila.
O dia de amanhã para você não chegou pai, e, para mim, isso é o que mais dói.
Acredito que três são os senhores/senhoras do mundo: o tempo, a vida e a morte.
O tempo porque não esvanece.
A vida porque é contínua.
A morte porque está mais viva do que nunca e sua presença está em todo lugar.
O dia que soubermos entender esses três senhores/senhoras, poderemos encontrar a paz em nós mesmos.
Esse era o desespero que sempre vejo nas fotos do meu pai. 
Como diz dr. Jared Leto:
- Seguimos.

A vida é um grande aluguel e após irmos sequer sabemos com quem e onde nossos pertences ficarão.
O tempo continuara a existir sem nós.
E, a morte nos guardará em sua existência.


Eu queria ter deixado essa música escrita para o meu pai.
Eu queria ter sido amiga do meu pai quando ele era criança.
Até hoje, não sei em que momento da vida ele se perdeu de si mesmo e qual foi a razão disso.
Talvez, jamais saiba, mas, o olhar de desespero das fotos sempre estará lá.

domingo, 5 de novembro de 2017

MindHunter


Essa imagem, ofereço às cinco maiores mentes que já conheci:

Dr. Cinna: por ter descoberto minha doença e tratar-me até hoje,

Daredevil: por trabalhar com a área de Direito Criminal em outro País e pelos conselhos e auxílio na Área Cível desde sempre. E, pela coragem de tentar entender a mente das pessoas. Várias pessoas dizem que você se parece (em personalidade) com o agente Holden Ford e é verdade. 

Dr. Oliver Sacks: por descobrir como minha doença age e por sempre acreditar no diagnóstico, salvando-me a vida,

Dra. Ana: por não permitir que eu perdesse a visão,

Dr. Jared Leto: por tratar da minha mente como ninguém.

Foto: Jonathan Groff and Holt MCcallany, Mindhunter by Dever and Delilah Productions.



Um dia, quando essa grata surpresa por essa série se acalmaram escreverei sobre ela.
Essa série é de tirar o fôlego!
:)

sábado, 28 de outubro de 2017

Aprendizado

Quando conheci pessoalmente Daredevil e contei-lhe sobre minha vida, comentei sobre um evento que havia ocorrido no dia do falecimento de minha vó.
Foi algo que marcou-me muito, porque magoou-me muito e o ocorrido foi gerado por uma pessoa muito próxima.
Ele apenas disse-me:
- Jamais julgue quem quer que seja, não ouça em hipótese nenhuma o que as pessoas acham a respeito de qualquer pessoa, não zombe de ninguém, não faça fofocas, não crie situações constrangedoras. Um dia, mantendo-se sempre em silêncio, a resposta vai bater à sua porta de alguma forma, sobre o porquê disso ter acontecido, sobre a pessoa ter agido assim, ser assim.
Hoje, do nada, uma pessoa enviou-me uma mensagem via whatsapp dizendo algo sobre essa pessoa que ocasionou a mágoa.
É algo bem pessoal e íntimo sobre essa pessoa, o que aconteceu com ela (algo do passado)
Eu chorei tanto, porque lembrei-me do Daredevil, das palavras dele e logo em seguida, liguei para ele.
Eu ainda me espanto com a forma de pensar de Daredevil e a coragem de seguir sempre o seu coração.
Hoje foi um dia impactante.
Daredevil sempre fala:
- Pessoas boas, jamais jogam a semente da maldade em solo fértil para semear.

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Tão Perfeito

Cabine do Silvio Santos

Eu me sinto assim nesse mundo todos os dias.

Abençoado seja o funcionário da Fnac da Avenida Paulista que todos os dias coloca a coletânea do David Bowie para tocar.

:D

Eu volto a me sentir com quatro anos passeando com meu tio e o som do carro bem alto.


David Bowie é somente uma vez na vida para nunca mais.

Para o Daredevil que diz que Bowie está muito além do que podemos imaginar.

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Toda vez que tentava assistir ao noticiário pela internet, entrava uma publicidade de marca de bebida.
A música que eles cantavam era Bohemain Rhapsody do grupo Queen.
Eu que não bebo (nada mesmo), pensei que tivesse bebido.
A música discorre sobre um rapaz que mata um homem e até agora estou tentando entender, o que têm a ver com publicidade de uma marca de bebida.
Olha, há momentos que juro não pertencer a esse mundo.
Eu não entendo mais nada.

Conversas no Ônibus

Avó dizendo à neta:
- É preciso ter muita coragem, para não seguir a cabeça dos outros.
- Seguir os outros, quase sempre é covardia, minha filha.

:O

Vó. Isso é vó.

Freddie Mercury e as promessas que jamais acontecem:

terça-feira, 24 de outubro de 2017

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Anybody Seen My Baby?

Toda vez que alguém anuncia algo nos altos-falantes do metrô ou do supermercado, sempre torço para ser alguém procurando por uma pessoa como o Mick Jagger no clip dessa música.
Só que isso nunca acontece.
:(

Autoajuda

Luiz Pondé faz lembrar demais minha avó materna falando sobre a vida.
E, sim, ela detestava autoajuda.
Toda vez que a saudade dela aumenta demais, assisto aos vídeos dele. O final do vídeo parece minha vó terminando as frases dela.
Adoro ele.

Goodnight Daredevil

domingo, 22 de outubro de 2017

Dia de Hoje

Realmente, como diria minha avó materna:
- A vida é muito linda para quem sabe viver e realmente pouquíssimas coisas importam nessa vida.
E minha vó paterna:
- Muito tarde é que se vê que não era necessário deixar a cozinha tão arrumada assim.

Minha vó paterna faleceu três dias após citar essa frase (da cabeça dela).
Na quarta-feira que antecipou sua morte, largamos tudo e fomos almoçar juntas e passamos a tarde toda passeando.

Minha vó materna foi um bom tempo depois a minha vó materna e foi doloroso seus desenlace.
Valeu a pena largar tudo e ir dormir com ela no hospital de mãos dadas.

Eu somente queria entrar em uma máquina do tempo e que ela (a maquina do tempo) fizesse a maior bagunça na minha cozinha ao partir para ir ao encontro delas.
Pelo menos, por mais uma vez.

Essa música são vocês:


O mundo ainda está para fazer uma pintura mais bela do que a presença de vocês duas.

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Pensar Positivo Resolve?

Hoje vi um cartaz enorme no metrô sobre uma palestra de autoajuda.
E fiquei pensado:
- Se alguém souber de um curso onde me ensinem a cantar como Milton Nascimento ou escrever como o Chico Buarque podem me avisar.


"Carl Sagan com certeza se revira no túmulo".
(frase de um amigo quando vê esses cartazes)

"Ao me conscientizar de que ninguém sabia a verdade a respeito da minha vida, meus pensamentos sobre o mundo ficaram abalados.
Como se estivesse dirigindo por uma estrada acidentada e perdendo o controle do volante, sendo jogada - só um pouquinho - para fora da pista. As rodas levantam poeira, mas você consegue puxar o carro de volta. Mesmo assim, não importa que esteja segurando bem firme no volante, não importa o quanto esteja se esforçando para tentar guiar em linha reta, algo fica empurrando você para o lado. Você já não tem quase mais nenhum controle sobre nada. E, a certa altura, a luta se torna excessiva - cansativa demais - e você considera a possibilidade de largar tudo. De deixar acontecer uma tragédia… ou seja lá o que for".
( Os 13 Porquês)

Vendo o noticiário no almoço e pensando nesse trecho do livro que li na livraria.

Foto extraída do site: sbie.com.br
Hoje, ouvindo uma estória no ônibus de outras pessoas.
Lembrei-me do Alan Turing e do quanto ele sofreu.


Quando queremos, somos muito cruéis.
Mas, a Natureza está aí para demonstrar todos os dias que não somos donos de nada.
Como dizia meu vô paterno:
- Quando Ela quer (a Natureza), ela leva tudo, casas, vidas, nós (seres humanos). Não sobra pedra sobre pedra.
É a mais pura verdade.
Nós e mania de grandeza.
Não sobraria nem os livros, Alê. Nem os livros.

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Ele é Diferente

Minhas duas avós (que serão eternamente as rainhas da minha vida), sempre diziam:
-  Minha filha existem pessoas que nascem com talento e possuem uma luz que jamais ninguém e nada tirará isso delas. Elas já vieram assim.
Toda vez que vejo o Seal lembro-me disso.
Pessoas que fazem a diferença, faz com que nos arrepiemos.
Esse homem têm esse dom. É além daqui mesmo.
Ele me faz sentir viva.
É de chorar esse vídeo.

 

segunda-feira, 16 de outubro de 2017



Amy Lee em 2015 ensaiando no Skywalker Ranch.
Sim, ela ensaiou e gravou na residência do George Lucas, o tema do filme Voice From the Stone.
Se o George Lucas sabe o talento que ela é, quem sou eu para discordar.
Eu a adoro.
Muito Obrigada por mais uma vez, cantar o que nossa alma fala.
Ela voltou.
:)

Daredevil, muito obrigada por mostrar-me essa música.


Foto extraída do site: i.ytimg.com
"As pessoas perigosas de verdade são aquelas que acreditam que estão fazendo única e exclusivamente porque aquela é, sem a menor sombra de dúvidas a única coisa certa a se fazer. E é por isso que são tão perigosas". 
(Neil Gaiman)

Moça lendo Neil Gaiman no vagão do metrô. Concentrada, séria, e depois, suspirando, rindo.
Lembrei-me dessa frase dele.


Quando pego ônibus de manhã, de vez em quando, encontro uma moça que lê Neil Gaiman, e, um dia, comecei a conversar com ela.
Ela disse-me que dificilmente encontra alguém que lê Neil Gaiman e que o adora.


Neil Gaiman é um sopro de lucidez em forma de ser humano e escritor.
Aquele momento onde você gostaria de transformar-se em uma canção, para explicar à sua mãe os seus sentimentos em relação à sua vida.
Eu amaria que ela entendesse que a sensação que sinto hoje é de esvaziamento sobre muitos assuntos relacionados à mim.
Dr. Cinna sempre diz que se eu for à uma ilha deserta, ainda estarei lá.
Sozinha, comigo e eu que preciso respeitar os meus sentimentos e assumi-los.
É tão bom saber que há pessoas como o Seal e o Amós Oz que entendem o que sentimos.
Amós Oz disse enquanto estava no kibutz:
- Eu estou bronzeado, mas, sou pálido por dentro.
Como Maciel sempre dizia:
- O verdadeiro ser humano é aquele que têm coragem da sua própria dor.
Obrigada vó (por ter conversado sempre sobre nossas dores).
As minhas, as suas, as nossas.
Há uma frase que circula muito pela internet, que é mais ou menos assim: "Todo mundo está travando uma batalha que você não sabe nada a respeito. Seja gentil sempre".
Essa frase é do seriado 13 Reasons Why.
Eu não li o livro ainda, mas, pode ser que a frase esteja lá também.
Dr. Jared Leto sempre diz:
- A virtude é silenciosa e quem fizer o bem, o fará em silêncio.
- Quem lhe compreender, conversará com você e não imporá nada.
- Grandes conversas, são grandes acordos, não de opiniões, mas, de sentimentos.
E, nós quase sempre: não somos gentis, não sabemos conversar e achamos que sabemos o que a pessoa vive (e dá-lhe lição de moral).
E a nossa própria dor?
Não é respeitada.
E a dor dos outros e ser gentil sempre?
É apenas um letreiro que fica bonito no Instagram.
Coragem, coragem.

O Melhor :D

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Hoje eu vi um rapaz muito parecido com você quando jovem.
Meus olhos encheram de lágrimas.
Como estava próxima ao cemitério, fui lhe ver.
Você sempre dizia que essa música era minha e do meu pai.
Eu tenho a impressão de que o céu tinha ciúmes da sua presença aqui na Terra.


Dr. Cinna disse-me que há pessoas que ao conversar conosco, nos marcam eternamente.
E, que não adianta ficar tentando comparar, porque simplesmente, assim é.
Mas, ele disse que não comparo e que verdadeiramente o que sinto é sua falta.
E, que isso é normal por tudo que vivemos.
Obrigada onde estiver, por ontem, hoje e por tudo.

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Neil Gaiman - Sandman

Ontem, uma criança disse com os olhos brilhando na livraria Cultura:
- Olha pai! Sandman!
Não há dinheiro no mundo que pague os sonhos que você traz na vida de alguém.
Ah! Neil Gaiman!


Foto extraída do site: www.deldebbio.com.br

Esse post é dedicado à todas a crianças que vivem e habitam os sonhos de todas as estórias que elas amam.

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Stevie Wonder, Oliver Sacks e suas Humildades

Ele chega assim, do nada e...


Meu pai sempre falava que ele era sem igual.
Um astro.
Daredevil sempre diz que ele é autoajuda pura, sempre sorrindo.
Meu pais sempre chorava muito quando o ouvia, ou dançava sem parar ou dirigia o carro e nem ouvia o que falávamos enquanto ouvia suas canções em fita.
Eu sou do tempo da fita cassete.
Eu frequento um tratamento baseado nos estudos do Oliver Sacks e ele disse em uma entrevista que as pessoas nascem com o sistema nervoso direcionado para aquilo", aquele norte da vida.
Então, como ele mesmo disse em uma entrevista ao programa Roda Viva da tv Cultura, Mozart nasceu com o sistema nervoso direcionado à música.
É claro que ele complementa com a necessidade de estudo, desenvolvimento e disciplina.
Mas, ele é claro na entrevista: por mais que um outro ser se esforce, não chegará a ser Mozart, caso não tenha o sistema nervoso como o de Mozart.
É fato: a doença que possuo demonstra muito bem que cada um reage de uma forma por causa do sistema nervoso central.
Oliver Sacks concede uma aula inesquecível no programa Roda Viva e cita Edelman, grande médico, biólogo molecular e pesquisador.
É tão simples percebemos as diferenças que o Oliver Sacks explica: preste atenção quando Stevie Wonder senta ao piano e toca.
Há tantos livros maravilhosos do dr. Oliver Sacks explicando esses fenômenos e só tenho a agradecer a humildade desses dois seres: um por demonstrar de forma clara, como reage ao que ele é em sua essência e ao outro pelo legado de lições e aprendizados principalmente quanto à doença que possuo.
Acho que no fundo, grandes seres dividem o que sabem e vivem em suas vidas o que são.
Aprendi isso melhor com as conversas com os médicos que tratam da minha doença e com Daredevil.
Que sejamos mais Stevie Wonder e Oliver Sacks em nossas vidas.

In My Life

Sexta-Feira havia um homem cantando na estação Paraíso do metrô.
Ele estava na saída para o Viaduto Santa Generosa.
Não sei se ele fica sempre por lá, mas, ele estava tocando e cantando: "In My Life" dos Beatles.
Eu acho essa música tão linda!
Para todo mundo que lembrar-se de alguém em sua vida que mereça ser compartilhada essa música, seja através da lembrança, um beijo no ar, um sorriso, um suspiro.
Para minhas duas avós, Maciel e Daredevil.

Boa Tarde

So What?


Minha mãe achou uma carta que escrevi logo que aprendi a ler.
Eu questionava sobre porquê há tantas brigas e porquê as pessoas riam das cores umas das outras, se por baixo da nossa pele, somos todas caveiras iguais.
Escrevi ainda, que se houvesse uma festa em que fôssemos todas caveiras, talvez nos entendêssemos (uns aos outros).
Essa carta entreguei à ela em uma época que meus pais brigavam muito e eu nada conseguia entender.
Doutor Cinna salvou minha vida quando disse à ele sobre as caveiras e ele explicou que desde cedo, já separava meus pais e outras pessoas da magia que as crianças os envolviam e que quase sempre os adultos é que possuem essa visão (dessa separação).
O mundo é estranho: por dentro, todos iguais, por fora, todos diferentes.
Bom, pensamos que somos diferentes.

Foto extraída do site: 38.media.tumblr.com

domingo, 8 de outubro de 2017

Escutar o Outro

Feliz Aniversário

Passou muito rápido seu dia.
Quem sempre ganha o presente sou eu, mas, queria agradecer-lhe de alguma forma:

Boa viagem de volta.
:)
Foi através do dr. Christian Dunker que encontrei a paz.
Hoje, cada vez que passo em uma estante de uma livraria, vejo bem o que escolho.
É complicado até, porque você dizer que faz tratamento com psicanalista (ou qualquer outro profissional relacionado a estas áreas), muitos familiares, amigos, discursam sobre o que é bom ou ruim, aprovam, não aprovam.
Enfim, eu imaginava que iria ter muita dificuldade em fazer sessões de psicanálise, mas, foi muito profundo.
É muito profundo.
Cada um gosta de uma forma de terapia e identifica-se com ela.
Daredevil sempre fala sobre que ler autoajuda, é complicado, porque além de você escrever, há que se viver o que se escreve na prática. 
Já ouvi e muitas pessoas conhecidas que leram muitos livros de autoajuda e nada mudou em suas vidas.
Esses dias, conversando com Daredevil sobre esse assunto, ele disse-me:
- Stevie Wonder é autoajuda pura".
É verdade, porque ele possui seus limites como pessoa (não pode dirigir em decorrência da visão), há que se ter cuidado para caminhar, enfim.
Mas, ele faz tantas outras coisas: é uma pessoa que sabe viver e explorar seu talento como ninguém.
Explorar de forma muito positiva.
O que eu aprendi com meu psicanalista?
Aprendi que falar sobre minha família é abrir ainda mais a ferida que sempre estava lá, que meu pai era mais complicado que imaginava e que não preciso deixar minha bolsa no chão escondida atrás do sofá quando entro na sala para a sessão.
E que deitar no sofá e se ouvir, dói.
Minha doença têm melhorado, embora eu tive um surto muito forte (no final do ano passado) e complicou muito o avanço do tratamento.
É estranho ver pessoas que possuem "doenças primas"(é assim que chamamos doenças parecidas com as nossas, tratando-se também.
Uma das imagens que ficarão gravadas em minha mente para sempre, foi quando estava chovendo muito em uma tarde e uma paciente entrou e tirou os santos e ficou descalça aguardando a consulta.
É uma liberdade que aprendemos a nos oferecer que não têm preço.
Essa paciente ficou lendo calmamente seu livro, bebeu água e sentou-se novamente na sala de espera, descalça.
Muito Obrigada à todos que me apoiam nesse tratamento e principalmente à mãe da minha cunhada que disse-me palavras que jamais esquecerei.
Fazer terapia dói, mas, dói mais ainda ouvir o que os outros dize, escrevem, ou que acham que você têm e fazer.
Decidir por nós mesmos é o maior desafio da vida.
Escrever é fácil.
Decidir não.
É isso que tenho aprendido (não que seja regra à todos).
E, como dissemos ao final das sessões:
- Seguimos.

Essa á trilha sonora da minha vida:


Como eu entendo Stephen King e seus fantasmas e medos.
Enfrentá-los é entrar em nossa maior escuridão, e, desbravá-la, é desafiador.
Esse homem é uma prova de que não precisamos de autoajuda.
(frase de Daredevil)

É verdade.
Somos o que somos.

Ri muito ouvindo essa frase hoje.
Procurei e se for dele mesmo, é um humor ácido, o qual adoro.
E possui um fundo de verdade, infelizmente.

Extraída do site: i.pinimg.com

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Não importa se um oceano ou céus separam os que se amam.
O coração está onde o coração está e deseja ficar.
(Daredevil)



quinta-feira, 21 de setembro de 2017

A Verdadeira Arte de se Ver


Eu sei que o Apple Voice lerá tudo o que está escrito aqui para você.
Nos conhecíamos por telefone, pois sempre quando necessitava tratar de assuntos ligados à sua área, era com você que conversava.
Quando você me disse que não enxergava, quase não acreditei, porque sua mente é brilhante.
Quantas vezes não o procurei para resolver minhas dúvidas jurídicas.
Conhecer-te pessoalmente justamente no período do surto de neurite óptica, fêz com que o entendesse  melhor ainda.
Cada movimento ensinado por você sobre como andar na rua, como ficar atenta aos sons e não tropeçar, se assustar, foram indispensáveis para que pudesse continuar trabalhando.
Ontem à noite você foi embora para o seu País e eu só agradecia-lhe em silêncio, por confortar-me com palavras quando meu pai faleceu, no assalto onde quase perdi meu irmão, no suicídio de um cliente em comum no período de crise do País.
Muito Obrigada pelas palavras de ontem e que um dia, possa devolvê-las em momentos de alegria.

Foto: Charlie Cox and Elodie Yung by Daredevil, ABC Studios.

Extraída do site: static.tumblr.com


Eu jamais vou esquecer os versos que você disse sobre a verdadeira forma de se ver:

quinta-feira, 14 de setembro de 2017


"O Mal surge quando o amor não é suficiente".
                   (Hermann Hess)
   
Frase do dr. Daredevil hoje.

Foto: Addison Timlin and Jeremy Irvine, Fallen by Arpex Entertainment.


Daredevil é deficiente visual e cada dia mais, tento compreender, como alguém pode conter tanta sensibilidade em um só ser.


Como gostaria que você lesse esse post e soubesse que cada conversa é um novo aprendizado.

Amor Verdadeiro

Chorei muito ao ver essa foto.
Selena Gomez (cantora, atriz e muitas outras coisas), é portadora de doença auto-imune, lúpus.
Sua amiga doou um rim à cantora/atriz e acho que a foto já diz tudo.
Eu sempre penso: eu posso ler todos os livros do mundo, ser milionária, mas, quem irá apertar nossa mão no momento que realmente precisarmos?
Nenhum livro de auto ajuda, nenhuma fortuna, compra o amor verdadeiro.
Parece utopia, clichê, o que escrevi, mas, a foto comprova o contrário.


Um gesto sempre falará mais do que qualquer escrita ou filosofia.
E, como diz dr. Jared Leto:
- A virtude é silenciosa.
(Selena Gomez lançou um single há algumas semanas e foi criticada por não promovê-lo, hoje, ela posta esta foto no Instagram, pedindo desculpas aos fãs, pois estava recuperando-se da cirurgia).
Enquanto muitos criticam, a virtude age silenciosamente.

Foto extraída do site: https://res.cloudinary.com

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Quando ele cantou essa música ao vivo, estava com 60 anos!
Auto ajuda ao vivo!

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

O País pegando fogo e eu só lembro-me dessa frase, ao ver os noticiários:


quinta-feira, 31 de agosto de 2017

A Arte de Ver Além

Christine Ha é portadora de NMO (neuromilite óptica), também conhecida como doença de Devic.
Neuromilete Óptica é uma doença autoimune. Digamos que é uma "prima"da esclerose múltipla.
Ela perdeu a visão em decorrência de um surto de neurite óptica.
Christine  é chef de cozinha e foi a vencedora de um dos programas do Master Chef.

O Escolhido - Star Wars

Hoje, conversando sobre quem seria o Escolhido, eu cheguei a conclusão que só pode ser o Luke.
Faz muitos, mas, muitos anos que assisti os três primeiros filmes (anos70/80), com meu avô paterno na sala de casa.
Eu não cheguei a ver todo o filme, porque passava na Sessão da Tarde e na época dos filmes, ainda brincava de casinha.
Lembro-me que meu avô chamava o Darth Vader de Bichão (bicho enorme) e chorou quando ele disse que era pai do Luke.
Lembro do meu avô falar:
- Pensou? O Bichão é pai do menino.
E, então, ele chorou e enxugou as lágrimas com um lenço que ele guardava no bolso da camisa.
Pelo que me lembro o Luke destruiu uma nave só com a força do pensamento (acho que foi isso) e jamais foi contra a Força.
No fundo, ele nunca duvidou da Força.
Eu acho que ele teme a Força, mas, duvidar não.
Obi Wan e Yoda já tinham conversaram sobre terem dúvidas de que Anakin fosse o Escolhido.
E, no último filme da saga, quando Luke aparece, não sei, era como se a Força estivesse ali no Luke, mesmo que ele a temesse.

Uma homenagem, àquele que para mim é a personificação do ser humano perfeito e que com toda a certeza, sabe quem é o Escolhido.

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

13 Reasons Why


Eu ainda estou no começo do seriado, mas, o que me fez escrever esse post é sobre a Selena Gomez.
Ah, Selena! Eu entendo você!
Selena Gomez, é uma cantora, atriz e várias outras coisas e possui uma doença autoimune chamada lúpus.
Quando você têm um surto de doença autoimune, dependendo do seu caso, o tratamento é a base de corticóides (via oral), Solumedrol (corticóide concentrado via endovenosa) e remédios quimioterápicos.
Há pouco mais de um ano, Selena Gomez, foi para um clínica realizar tratamento de lúpus com quimioterapia.
Ela cancelou sua turnê e foi se tratar.
Imagino que ela tenha tentado o tratamento a base de Solumedrol e talvez a manifestação de sua doença, tenha sido agressiva demais.
Quando você realiza um tratamento com Solumedrol, por vezes, podem ocorrer de ansiedade e surtos psicóticos.
E, a quimioterapia, provoca fortes dores em todo seu corpo, muita ânsia, vômitos e geralmente a quimioterapia aplicada às doenças autoimunes, não faz os cabelos caírem.
Também, as doenças autoimunes podem desenvolver um tipo de depressão, chamado de depressão imunológica.
Os sintomas desse tipo de depressão são: profunda tristeza, fraqueza no copo, indisposição para realizar tarefas, pensamentos negativos e há tantos outros que demoraria elencá-los.
Assistindo ao seriado, imagino que durante os eu tratamento ou até antes, Selena tenha desejado transformar o livro em filme, porque acredito que as sensações psicológicas e físicas causadas pelo seu tratamento, a fizeram sentir "na pele" o que é sentir desencantado pela vida, ou quem passa por bullying, enfim, há tantos exemplos que imagino que possam ter passado por sua mente.
Eu li e assisti vários vídeos sobre opiniões a respeito do livro e seriado, mas, minha opinião pessoal é que o seriado passa uma mensagem de individualismo e abandono muito forte.
Individualismo porque cada um pensa de uma forma e vê a vida pelo seu próprio prisma e como lhe convém.
Abandono, porque não interessa o que o outro sente, não se pára pensar que o outro possa estar sofrendo em silêncio.
E o falatório, a opinião dos amigos, fofocas?
Quem realmente possui opinião própria?
Quando a Selena Gomez, internou-se para se tratar, o noticiário só informava que ela estava em tratamento por vício em drogas.
Ninguém checou sobre o quê realmente se tratava.
Quando ela saiu da clínica para tomar um sorvete, foi um acontecimento.
Acredito que ela saído para tomar um sorvete, primeiro para aproveitar as coisas simples da vida e segundo, porque o tratamento com Solumedrol deixa um gosto horrível na boca.
Por que estou escrevendo tudo isso?
Porque faço esses dois tratamentos, em decorrência de uma doença autoimune que possuo.
Sempre acho que se conhecêssemos mais os motivos ou pelo menos imaginar o porquê daquilo, talvez entendêssemos a dor dos outros.

Foto: Dylan Minnette and Katherine Langford, 13 Reasons Why by July Moon Production.
Extraída do site: static.omelete.uol.com.br

E a música soco no estômago está no seriado:

A Pequena Vendedora de Fósforos

Estória mais triste dessa vida.


Cada vez que ela fala:
- Abuelita!
Eu morro um pouco.

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Neurite Óptica

Eu vou deixar esse link sobre neurite óptica da Fundação de Neurite Óptica, localizada nos EUA.
Nesse vídeo, encontra-se a relação das principais causas da neurite óptica.
Como gostaria de mostrar algum vídeo brasileiro, mas, não encontrei nenhum com as devidas explicações.
Eu passei por três médicos até encontrar o especialista que acompanha meu caso.
O terceiro médico que eu chamo carinhosamente de Dr. Oliver Sacks, é mais que um médico, é um pai.
Como sempre digo à ele: devo a ele minha visão e vida.

O Dia que Perdi a Visão


No ano passado (mês de maio), acordei de madrugada sem enxergar.
Nada.
Levaram-me ao hospital e lá, após três dias, fui diagnosticada com uma doença chamada neurite óptica.
Sabe-se lá porquê, o médico achou que essa não era a verdadeira doença e disse à minha família que faria um exame com catéter, porque na realidade ele achava que eu estava com alguma obstrução em alguma veia do cérebro (lembro-me que ele falou em vasoconstrição).
Quando falaram-me sobre o exame, acabei não concordando e pedi alta e quase nada pude levar do hospital, a não ser meu exame de ressonância magnética.
Minha família ligou para o meu oftalmologista e ele disse para eu ir ao seu consultório urgentemente e marcou uma consulta às 12:30h.
Cheguei mais cedo do que o horário marcado e ouvi uma mulher chegando depois e dizendo que sua consulta era às 12:30h.
A secretária explicou a essa mulher que ele estava sem enxergar e que meu caso era urgente.
Eis que ela responde:
- Não me interessa, eu quero ser atendida no meu horário, será que não posso passar na frente?
Se eu fiquei com raiva?
Não, pelo contrário.
Lembro-me que o único pensamento que passou pela minha cabeça foi que essa mesma mulher deve ter página no Facebook e postar fotos e mensagens de amor, paz e alegrias.
Eu nem imagino como era seu rosto, mas, onde ela estiver, com toda certeza o perfil dela é fake.
E como é.
Essa é banalidade do mal.
Hannah Arendt que o diga.

Foto extraída do site: http://68.media.tumblr.com

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Esse vídeo é o mais lindo que já vi.
É uma daquelas estórias onde a pessoa decide sem nenhuma opinião interferir.
Eu vejo muita força e determinação desse vídeo.
Isso faz lembrar-me a estória do livro Paulo & Estevão.
Paulo, condena o irmão de Abigail e ele é morto.
Abigail depois descobre que o seu grande amor é o algoz do seu irmão.
E, ela perdoa Paulo.
Esse vídeo é dedicado ao meu pai: minha mãe há pouco tempo, contou-me uma estória dele e seu silêncio sobre um fato que aconteceu em sua vida.
Meu pai ficou desaparecido por dez anos e quando foi encontrado, a assistente social disse-me essas palavras:
- Ele deve ter feito algo muito especial para estar junto da família novamente.
As peças do quebra-cabeça agora se encaixam.
A vida é realmente estranha: os maiores gestos de entendimento e renúncia sempre vieram das pessoas que eu jamais imaginaria.

"Eu acho que às vezes, são as pessoas que menos imaginamos que fazem as coisas que ninguém imaginaria". (frase do filme: O Jogo da Imitação)

Carro Puma e Família


Eu tinha apenas dois anos quando meu tio casou-se.
Ele é o irmão mais velho do meu pai.
Minha mãe sempre conta que na saída da igreja, ele levou a minha tia no veículo Puma que ele tinha na época.
Ela disse que todos ficaram espantados, porque era tradição os noivos irem embora em um carro com motorista.
Esses dias, escutei uma música que levou-me àqueles tempos.
Após um tempo de casado, meu tio começou a ter problemas no casamento.
E eu, com a separação dos meus pais.
Como já estava mais crescida, lembro-me dele colocar-me no banco traseiro da Puma (que nem era banco, apenas um forro aveludado que permitia-me sentar e segurar na parte do banco de trás do carona, para não cair).
E, assim, meu tio ligava o rádio nessa música e saíamos os dois em silêncio, a vagar pelas ruas do bairro.


Foto: Veículo Puma.
Extraída do site: isthat.info

sábado, 19 de agosto de 2017

The Defenders


Eu não assisti ainda o seriado, mas, como diz meu amigo Daredevil e também meu psicanalista Jared Leto:
- A virtude é silenciosa.

P.S.: Sei que nem sempre eles se escondem, mas, bem lá no fundo eles são silenciosos quanto a ajuda à todos (mesmo que haja barulho).

Foto: The Defenders, by Netflix.

Extraída do site:http://screenrant.imgix.net


quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Daredevil


Sem a sua ajuda, não teria conseguido fazer metade do que tenho feito esses dias no trabalho.
Sei que você não possui a visão dos dois olhos, mas, eu vou poder ler esse post e permitir que você ouça essa música que é só sua.


Foto: Charlie Cox, Daredevil by Netflix.
Extraída do site: www.themarysue.com

E que o nosso retorno no começo do mês que vem às nossas casas, seja tão bom quanto a ida.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Aquele momento em que você pergunta-se o porquê de ter nascido em uma época, onde ele já não está.
Único e insubstituível.
Quarenta anos sem ele e eu aqui sonhando que poderia estar neste show.
:(

domingo, 13 de agosto de 2017

Toda vez que lembro-me de quando você estava vivo, recordo o quanto você sabia das coisas que eu mais gostava.
Eu queria poder levar um rádio no cemitério e colocar essa música para você ouvir.
Feliz Dia dos Pais aonde você estiver.

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Eu gostaria que houvesse uma passeata pedindo por tempo.
Tempo, pausa, suspensão.
Ai, adoraria.
Esse mês fará dois anos que você faleceu.
Como eu gostaria que você tivesse entendido que tudo o que desejei lhe dizer estava nessa música.



segunda-feira, 27 de março de 2017

Oliver Sacks disse que Mozart nasceu com o sistema nervoso certo (no caso, para a música).
É fantástico acreditar que ele nasceu com o sistema nervoso certo para escrever letras de músicas.
Outro igual não há.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Seis de Espadas - Tarot


Esses dias perguntei ao tarot, porque você morreu ainda com tanto para viver.
Essa era a minha visão: "com tanto para viver".
Veio toda a história e encerrou-se com um Seis de Espadas: você decidiu ir para um outro lugar, longe do sofrimento e também para procurar entender suas escolhas e os rumos que tomaram sua vida.
Tarot é tarot.
Nem mais, nem menos.
Thanks Universo!

Foto: Seis de Espadas, by Shadowscapes Tarot.
Extraída do site: http://littleredtarot.com

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017


Eu sinto sua falta.
Falta de você entrar no quarto catando a música do George Michael e batendo a mão na perna e fazendo o ritmo da música.
Sinto falta de rodopiar, dançar ao seu redor (enquanto você cantava) e acho que foi pouco o tempo nosso como pai e filha.
Nós fomos uma troca de cartas que perderam seus destinos de entrega.

Foto: Robert Downey Jr., The Judge by Warner Bros.
Extraída do site: http://cdn.collider.com

Essa versão é única:

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

A maioria das pessoas que morrem, despedem-se como nesse vídeo.
A morte não é o bem, nem o mal, o certo, errado, não está acima de nada, nem além.
É muito estranho encontrar o lugar de alguém dentro de si e saber que a carta se perdeu.
Ah, Lacan.